Postado em 01/10/2013

Hoje é o dia da melhor idade

Após os 60 anos os ossos são mais frágeis, o risco de doenças, como o Alzheimer, é mais frequente, a depressão pode surgir e o medo do abandono é inevitável. Muitos idosos são esquecidos pela família em lares e casas de repouso. Segundo um estudo do IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), em 2011, mais de 83 mil idosos estão espalhados em asilos públicos ou particulares do país. Apenas 218 lares são bancados pelo governo, mas todos, particulares ou públicos, sobrevivem de doações e da boa vontade de pessoas que visitam os idosos, promovendo a inclusão.

  O respeito por pessoas mais velhas não é apenas uma questão de ética e sim de lei. Em 2003 foi criado o Estatuto do Idoso, que garante que seus direitos sejam respeitados. O regulamento traz várias disposições como: não ficar em filas; não pagar passagem de ônibus coletivo; descontos em atividade de cultura; entre outros benefícios.

  É preciso que eles sejam tratados com reverência e consideração por serem mais velhos e por terem mais experiência de vida. Com o lado psicológico equilibrado, a saúde mental será muito mais valorizada e proveitosa, fazendo assim com que a qualidade de vida dessas pessoas seja maior. 

   Parabéns a todos os idosos! Fica aqui o registro de nossa grande estima e admiração. 



Comentários